Compartilhe

Abertura da 30º Schützenfest

Publicado em 08/11/2018 às 08:46 - Atualizado em 08/11/2018 às 08:52

 Hoje é dada a larga para a 30ª edição, e não é qualquer largada, afinal, nesta edição completam-se três décadas da festa que, como bem ressalta o presidente da CCO (Comissão Central Organizadora), Alcides João Pavanello, faz com que “Jaraguá se ache”.

“Jaraguá se acha na Schützen, ela tem orgulho, fala e respira a Schützen. A festa não é mais só das sociedades de tiro, é do jaraguaense”, complementa.

Em clima festivo, o OCP News inicia nesta quinta-feira (1) uma série de matérias especiais sobre a festa que muda a atmosfera da cidade.

Para dar início, Pavanello destaca a 30ª edição da Schützenfest, que já vem sendo planejada desde fevereiro, com reuniões mensais e, desde agosto, com reuniões semanais com os pequenos grupos que unidos fazem o evento ganhar vida.

São aproximadamente 38 pessoas divididas em diversos segmentos, conta o presidente.

 

A Prefeitura já trabalha na decoração de uma das edições mais importantes da festa. | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Embora a festa inicie oficialmente na próxima quinta-feira (8), outros tantos eventos marcaram o aniversário de 30 anos da tradicional festa jaraguaense, como o Schützentag, que relembrou o evento que deu o pontapé para a Schützenfest, ainda em 1988, um ano antes da primeira edição.

“Reunimos todas as sociedades que participam atualmente, recordando a ‘pré Schützen’, porque foi um ensaio do que viria a ser a festa no futuro. Nós recordamos isso, foi um evento muito emocionante, principalmente para os remanescentes, os que participaram 30 anos atrás deste ensaio”, destaca Pavanello.

O presidente ressalta ainda a importância de manter vivo o motivo pelo qual a festa dos atiradores foi criada: dar uma continuidade às sociedades de tiro.

Na próxima segunda-feira (5), as homenagens continuam no Salão Barg, informa. Uma sessão especial da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) será realizada em Jaraguá do Sul, no salão onde tudo começou, com homenagens às mais diversas personalidades que construíram a história da Schützen. A sessão inicia às 19h.

Novidades da decoração à programação

E se a edição é especial, nada mais justo do que trazer novidades ao público e isso, garante Pavanello, não vai faltar. Desde a decoração até a presença garantida do tradicional pão com bolinho na praça de alimentação, muitos novos detalhes foram pensados para comemorar os 30 anos de festa.

“Os trinta anos não podem passar em branco”, diz. Mesmo sem querer estragar as surpresas, Pavanello garante que será um espetáculo. A decoração, que será totalmente reformulada, é apenas um dos pontos diferenciados deste ano.

“Eu diria: não percam, nem que seja para visitar o parque de eventos. Será irreconhecível neste ano. Toda a decoração foi refeita, com outras cores, trouxemos mais cores de Jaraguá, sem esquecer também algumas regiões da Alemanha, como a Baviera. Será um espetáculo, um ambiente agradável para ir com a família com a certeza de tranquilidade e segurança para escutar uma borá música e saborear uma boa alimentação”, ressalta.

Com a expectativa de superar o público registrado em 2017, que foi de 91 mil pessoas, Pavanello acredita que a Schützenfest pode chegar aos 95 mil visitantes no seu aniversário de 30 anos. “Eu diria que é muito possível e temos atrações para todos os gostos”, destaca.

Com a presença de 17 sociedades de tiro – duas de Schroeder, uma de Guaramirim, uma de Corupá e 13 jaraguaenses – as novidades não param na decoração. E para os amantes  do chope, além das 19 opções, um espaço ainda mais dedicado a eles está sendo preparado: a praça da cerveja.

 

Primeiro desfile de abertura da Schützenfest, ainda na década de 1980 | Foto: Arquivo Histórico

“Um espaço só para aquele que não quer um grande público, quer apenas o sossego de sentar e saborear o seu chope”, fala o presidente. E para quem está acostumado com os barris pequenos, a surpresa fica por conta dos tanques de cerveja que, garante Pavanello, darão outra visão ao visitante da Schützen.

Entre as novidades estão ainda a eleição da rainha da Schützen, que nesta edição acontece no dia 16 e não no último dia de festa, como costumeiramente acontece. No mesmo dia, todas as 29 rainhas da beleza receberão uma homenagem. Na sexta-feira (9), a homenagem é para os reis do tiro de todas as edições. “É um evento para marcar os 30 anos”, enfatiza o presidente.

Para Pavanello, a solidificação da festa como um patrimônio jaraguaense se deu porque a Schützenfest não perdeu o foco desde que foi criada.

“Você tem que ter um foco específico, que é a manutenção da cultura e da tradição, na manutenção do tiro e das sociedades. Se resume a festa como um congraçamento primeiro entre todas as sociedades de tiro e depois entre a população como um todo”, finaliza.

Neste ano, o investimento total da festa é de R$ 1,150 milhão, afirma o presidente. Deste valor, R$ 390 mil são destinados às sociedades e R$ 25 mil à Liga de Grupos Folclóricos Germânicos de Jaraguá do Sul.

 

Texto: Adrieli Evarini (OCP)

 

 

 


Rua Arthur Gumz, 88, Vila Nova, Jaraguá do Sul - SC
CEP: 89259-340