Compartilhe

Capacitação sobre Pagamentos por Serviços Ambientais é realizado na Amvali

Publicado em 03/06/2019 às 12:00 - Atualizado em 03/06/2019 às 12:53

Liara Padilha Schetinger, Engenheira Ambiential e Presidente da Fundação do Meio Ambiente de Camboriú
Créditos: Amvali Baixar Imagem

Membros do Comitê Itapocu, representantes dos municípios e a sociedade civil, participaram da Capacitação com o tema Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), que ocorreu na quarta-feira (29/05) na AMVALI. Durante o dia todo, os participantes puderam acompanhar através das experiências dos instrutores os métodos de aplicação de PSA, as instruções sobre legislação dos pagamentos e ideias de soluções baseadas na natureza.

Durante a manhã, a Engenheira Ambiental e analista da Fundação Grupo Boticário, Juliane Cruz de Freitas, juntamente com o Engenheiro Florestal e Mestre em Agroecossistemas, Diretor da Diretoria de Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável da SDS/SC, Luis Antônio Dos Santos de Freitas, compartilharam informações sobre o que são Pagamentos por Serviços Ambientais, o PSA em Santa Catarina, o Programa Produtor de Água, a legislação, metodologia de valoração ambiental e as experiências de PSA da Fundação Grupo Boticário.

No período da tarde, a Engenheira Ambiental e Presidente da Fundação do Meio Ambiente de Camboriú, Liara Rotta Padilha Schetinger falou sobre as experiências do Projeto Produtor de Água do rio Camboriú em relação ao histórico do projeto, o arranjo institucional, e a situação atual do mesmo. Também nesse período, o Biólogo Paulo Schwirkowski, apresentou os dados do Programa Produtor de Água do Rio Vermelho em São Bento do Sul.

Ao final, a partir dos conhecimentos adquiridos durante a capacitação, foi realizada atividade dinâmica em que os participantes identificaram oportunidades de PSA na bacia do Itapocu, com o levantamento das seguintes questões: Qual o serviço ambiental a ser preservado na bacia? Quem são os atores sociais estratégicos para a implantação de um PSA na bacia? Quais são as áreas prioritárias para a implantação de PSA na bacia? Quem e como será pago o PSA? Quais as estratégias de mobilização para a implantação do PSA?
A partir desse encontro, espera-se que os participantes sejam capazes de analisar o processo implementação e o papel dos diferentes atores de um PSA, entender a importância de iniciativas como o PSA para a disponibilidade hídrica e identificar oportunidades de PSA na Bacia do Itapocu, para que essas iniciativas possam ser aplicadas na Bacia do Itapocu.

O Comitê Itapocu agradece a participação de todos no evento e a disponibilidade e presteza dos instrutores na realização da capacitação.

Confira em nossa página no Facebook, todas as fotos do evento: www.facebook.com/ComiteItapocu


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Arthur Gumz, 88, Vila Nova, Jaraguá do Sul - SC
CEP: 89259-340