Compartilhe

Colegiado da Defesa Civil da Amvali estuda utilização das peças da Ponte Hercílio Luz

Publicado em 05/02/2020 às 18:28 - Atualizado em 06/02/2020 às 08:19


Créditos: Amvali Baixar Imagem

Os integrantes do Colegiado da Defesa Civil da Amvali, se reuniram na tarde da última terça-feira (04/02) no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) - Regional de Jaraguá do Sul para o primeiro encontro do ano.

O grupo recebeu a visita da Gerente de Reabilitação da Defesa Civil do Estado, Fernanda Oliveira e do Geólogo Assessor Técnico de Restabelecimento e Reconstrução, Humberto Alves da Silva, que vieram de Florianópolis para explicar sobre os kits das vigas metálicas que foram reaproveitadas da reforma da Ponte Hercílio Luz.  

A iniciativa da Defesa Civil do Estado tem como objetivo beneficiar os municípios, promovendo a economia dos recursos públicos e sustentabilidade com a utilização do aço de excelente qualidade com alta durabilidade que seria vendido como sucata.

Os kits foram pensados para a substituição de pontes, pontilhões ou outros acessos que estejam em condições precárias nos municípios do estado.

Fernanda falou sobre e economia e as vantagens que as prefeituras irão ter com a aquisição dos kits, explicou sobre as possibilidades da compra compartilhada entre os municípios através dos consórcios públicos, os processos licitatórios, a logística para a instalação e outros requisitos que as prefeituras devem observar.

Todas as instruções e documentações para a solicitação dos kits, podem ser verificadas no site da Defesa Civil de Santa Catarina através do link: http://www.defesacivil.sc.gov.br/index.php/municipios/kit-ponte-metalica.html

A equipe de engenheiros e o consórcio da Amvali estão avaliando e auxiliando tecnicamente os municípios que querem aderir os kits de transposição metálicos.

Essa assessoria é importante para orientar os técnicos e prefeitos quanto aos investimentos necessários para a execução completa da ponte, já que os kits fornecidos são apenas a supra estrutura da ponte. Que neste caso, acaba sendo o item mais caro da obra em si.

Por isso, inicialmente está avaliando-se como vantajoso para aqueles municípios que tem pontes de vãos pequenos que visam a economia a longo prazo, principalmente porque reduz os gastos recorrentes com as manutenções das pontes e pontilhões de madeira. Em segundo momento, avaliou-se que para aqueles municípios que tem pontes de vãos maiores que 5 metros de comprimento, também se torna interessante a adesão, pois serão pontes de alta durabilidade e com baixo custo, o que subsidiará o progresso das regiões beneficiadas.

Outro assunto que foi destaque na reunião é manutenção e a implantação de estações pluviométricas para o monitoramento da chuva em nossa região que está sendo desenvolvido pela Amvali e o Comitê de Bacia do Itapocu.

O encontro também contou com a presença do presidente da Amvali, João Carlos Gottardi, prefeito de Corupá, que pôde acompanhar as ações que o Colegiado tem realizado em nossa região, bem como as demandas necessários para o andamento desse trabalho tão importante da Defesa Civil.

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Arthur Gumz, 88, Vila Nova, Jaraguá do Sul - SC
CEP: 89259-340