Compartilhe
Guaramirim

Programação de vacinação contra gripe em Guaramirim

Publicado em 21/03/2020 às 10:43 - Atualizado em 23/03/2020 às 12:17

A Prefeitura de Guaramirim, através da Secretaria de Saúde, definiu os locais e a forma como será realizada a vacinação em idosos contra o H1N1 (gripe). A aplicação das vacinas iniciará nesta terça-feira (24), a partir das 07h30. Os trabalhos seguirão até as 16 horas sem fechar para o almoço.

O secretário de Saúde de Guaramirim, Marcelo Deretti, informa que foram definidos quatros pontos específicos para a vacinação. O Ambulatório Municipal de Especialidades (AME), no Centro, o CEI Santina Schorck (Avaí), CEI Paula Feldmann (Rio Branco) e Escola José Dequech (Corticeira). “Nestes pontos estaremos fazendo o atendimento em dois formatos. Para quem for de carro faremos a vacinação no veículo. E para quem for a pé ou de bicicleta, o cidadão deverá receber a dose dentro da unidade”, explica.

Este formato de vacinação definido pela Secretaria de Saúde de Guaramirim atende a recomendação do Ministério da Saúde, de evitar aglomero de pessoas, em especial idosos, nos postos de saúde. “Não haverá vacinação nos postos de saúde de Guaramirim, apenas nos quatro pontos definidos. Essa medida é para preservar a saúde dos nossos idosos”, salienta.

Etapas da campanha de vacinação:

1ª fase (a partir do dia 23/03): idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;

2ª fase (a partir do dia 16/04): professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;

- 3ª fase (a partir do dia 09/05): crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência física, visual, auditiva, múltipla, intelectual e mental.

Influenza em Santa Catarina

Em 2020, até o dia 16 de março, foram confirmados 20 casos de Influenza (gripe) em Santa Catarina, sendo 10 por Influenza A H1N1, sete Influnza B e três estão aguardando confirmação do tipo. Nenhum óbito notificado até o momento.

No ano passado, foram 512 casos de influenza confirmados em Santa Catarina, sendo 376 pelo vírus A (H1N1), 63 pelo vírus A (H3N2), 17 aguardando subtipagem, 55 pelo vírus Influenza B e 1 encerrado por vínculo epidemiológico. Destes, 70 morreram.

Influenza (gripe)

A influenza, também conhecida como gripe, é uma infecção viral aguda, de elevada transmissibilidade, que afeta o sistema respiratório.  O vírus é transmitido a partir das secreções respiratórias, a partir de tosse ou espirros, e pode sobreviver algumas horas em diversas superfícies. O contato com uma pessoa doente ou com uma superfície contaminada pode fazer com que a pessoa saudável seja infectada pelo vírus ao tocar boca, olhos e nariz.

Os vírus influenza circula durante todo o ano, intensificando-se principalmente no período de inverno. Estima-se que uma pessoa infectada seja capaz de transmitir o vírus para até dois contatos não imunes. Os sinais e sintomas são: febre alta, calafrios, tosse (que pode ser seca ou com expectoração), dor de cabeça, dor de garganta, cansaço, dor muscular e coriza.

 

Fonte: Prefeitura de Guaramirim

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Arthur Gumz, 88, Vila Nova, Jaraguá do Sul - SC
CEP: 89259-340