Programa Recuperar vai priorizar manutenção na SC-108 - trecho entre Guaramirim e Massaranduba

Publicado em 02/10/2020 às 12:00 - Atualizado em 15/10/2020 às 16:45

Trecho da SC-108 entre Guaramirim e Massaranduba
Créditos: OCP News Baixar Imagem

A Associação de Municípios do Vale do Itapocu (Amvali), por meio do Consórcio Cigamvali, que integra o Projeto Recuperar do governo do Estado, concluiu as licitações para contratar serviços de roçada, sinalização, drenagem e tapa buracos para as rodovias estaduais que cortam a região.

Em comum acordo com os sete prefeitos que integram a associação, ficou definido que a SC-108 - trecho entre Guaramirim e Massaranduba - deve ser a primeira rodovia estadual da região a ser recuperada por conta do estado crítico em que se encontra.

Outro fator também que foi considerado nesta seleção é que o valor de R$ 805 mil destinado não seria suficiente para que outras rodovias também pudessem receber este tipo de manutenção.   Para a própria SC-108, o valor não é significativo devido às condições caóticas da estrada, mas deve ajudar para, que pelo menos, seja melhorada nos piores trechos.  

Segundo o presidente da Amvali, prefeito de Corupá João Carlos Gottardi (PSD), a assinatura dos contratos com as empresas vencedoras das licitações deve ocorrer na próxima terça-feira (6) e a recuperação deve iniciar em seguida.  

 

Empresas

As licitações foram realizadas em quatro etapas, primeiro foi licitada uma empresa para fazer projetos, levantamentos e fiscalização sendo a vencedora a Azimute Engenharia com um valor total de R$ 63 mil.   Em levantamento feito pela empresa apontou-se que seria preciso de cerca de R$ 19 milhões para fazer a manutenção completa dos cerca de 98 quilômetros de rodovias estaduais da região.

As demais etapas de licitação foram para tapa-buracos e roçada em que a vencedora foi a Paviplan com um total de R$ 564 mil e R$ 71,8 mil respectivamente para cada serviço. Por fim, a empresa Sinal City venceu a concorrência para a sinalização da estrada no valor de R$ 105 mil.

Gottardi comenta que apesar da necessidade urgente de manutenção das rodovias estaduais da região, sabe-se que o valor repassado neste primeiro momento ainda é bem menor do que o montante necessário para a manutenção completa da SC-108 e outras estradas estaduais que cortam a região.

 

Por Áurea Arendartchuk/OCP News